Superação: mesmo cego, John Bramblitt pinta belas pinturas
Pular para o conteúdo principal

Postagem de destaque

Alfredo Rodriguez e suas fascinantes pinturas

Júlia
Alfredo Rodrigueznasceu em Tepic, uma pequena cidade do México, em 1954. Quando tinha seis anos, a sua mãe ofereceu-lhe um conjunto de aguarelas, esse presente marcaria para sempre a sua vida. É pintor profissional desde 1968, quando tinha apenas 14 anos de idade. 
Estudando em Casa

Pena de Águia

O Alvo

Homem de Muitas Histórias

Lições com Vovô

Índio Norte Americano

A Grande Maçã 

Superação: mesmo cego, John Bramblitt pinta belas pinturas

Superação ~ Mesmo cego, Bramblitt pinta belas pinturas

Bramblitt, de 37 anos, perdeu sua visão gradualmente ao longo de 20 anos, ficando completamente cego em 2001. A causa exata não ficou clara, mas Bramblitt, que vive em Dallas, suspeita ter sido resultado de ataques que começaram quando ele tinha apenas dois anos de idade, levando a um diagnóstico de epilepsia. 

À medida que ficava mais velho, os ataques se tornaram cada vez mais frequentes e mudaram de característica – antes causavam contrações violentas e perda de consciência e passaram a ser parciais, no qual o paciente permanece consciente, mas não consegue funcionar por alguns momentos. 

"Havia meses em que eu tinha tantos ataques que até perdia a conta", disse Branblitt numa entrevista. Clique aqui e saiba mais.

Superação ~ Mesmo cego, Bramblitt pinta belas pinturas


Superação ~ Mesmo cego, Bramblitt pinta belas pinturas


Superação ~ Mesmo cego, Bramblitt pinta belas pinturas


Superação ~ Mesmo cego, Bramblitt pinta belas pinturas


Superação ~ Mesmo cego, Bramblitt pinta belas pinturas



Superação ~ Mesmo cego, Bramblitt pinta belas pinturas


Superação ~ Mesmo cego, Bramblitt pinta belas pinturas


Superação ~ Mesmo cego, Bramblitt pinta belas pinturas

As 10 mais da semana